Em média 4 animais são envenenados por semana em CFormoso, diz veterinário

É crescente o número de mortes de cães e gatos por envenenamento no município de Campo Formoso (BA) nas últimas semanas. Segundo o médico veterinário Tiago Souza dos Santos, que já tratou vários casos, a prática pode estar relacionada à falta de empatia com os bichos ou simplesmente por esporte.

“É muito frequente caso de envenenamento aqui em Campo Formoso. Teve semana que chegaram até 4 animais para a gente dá o suporte”, afirmou o médico veterinário em entrevista ao Jornal 98 Notícias neste sábado (30).

Ainda segundo o veterinário, as substâncias mais usadas para matar os animais domésticos  são Permetrina, Amitraz e Deltametrina, que são destinados exclusivamente para exterminar  carrapatos no gado bovino. Outro tóxico empregado para tirar a vida de cães e gatos é o popular  chumbinho.

De acordo com o veterinário, o carvão ativado é o principal remédio para reduzir os efeitos do veneno até que o animal seja atendido por um profissional. “É um medicamento barato que impede que o tóxico seja absorvido pelo intestino. Ele é misturado com uma pequena quantidade de água”, disse.

O veterinário recomendou também que os casos sejam registrados na polícia civil.

A reportagem da 98 manteve contato com a vigilância em saúde, setor vinculado à  secretaria de saúde, e foi informada que existe a possibilidade de ser construído um centro regional de zoonoses para tratar animais envenenados ou com doenças, mas não existe definição do projeto com os municípios vizinhos.

 

 

Confira no áudio:


imagem ilustrativa

Redação do site da 98 FM

Mobile Porn Videos