Sob comoção, familiares falam sobre vítimas de acidente em Seabra

Amigos e familiares das seis vítimas fatais e dos 23 feridos que residem em Campo Formoso (BA) falaram nesta sexta-feira (04) da tragédia ocorrida ontem (03), na cidade de Seabra (BA). Eles relataram o desespero após a confirmação dos óbitos e também destacaram a boa convivência.

“Era uma família muito alegre. Ela [Simoni] estava pretendendo engravidar agora .(...) Só Deus pra nos consolar, é uma dor muito grande”, disse Silvani Silva, irmã das vítimas Simoni Otília Gomes Silva e de Delma Ribeiro da Silva, em entrevista à rádio 98 FM.

“O que mais marcava na personalidade de Thalita Ribeiro é que ela era uma pessoa muita extrovertida. As aulas eram sempre alegres, e muita gente não gostava da matéria, mas pelo fato de ela ser a professora, passaram a gostar”, disse o ex-aluno Almir Rafael. “Ainda estou em choque, não assimilei. (...) Thalita é uma irmã pra gente, cuidou de mim e de meu irmão. Dé era uma mãe pra gente”, disse Ariana Tássia, prima de Delma, Thalita e Rebeca.

O micro-ônibus que transportava as vítimas retornava de uma confraternização de final de ano no estado de Goiás. As causas do acidente ainda são investigadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Seabra (BA).

Até o início da noite desta sexta-feira os corpos não haviam chegado em Campo Formoso (BA). O horário dos sepultamentos ainda não foi divulgado pela família.

  

 

Foto: redes sociais

Redação do site da 98 FM

 

 

Mobile Porn Videos