Projeto de colégio público de C.Formoso oferta teleatendimento psicológico a estudantes na pandemia

O Colégio Municipal José Telesphoro de Campo Formoso (BA) passou a executar ações para tentar reduzir a ansiedade, o medo e as inquietações de estudantes durante a pandemia de Covid-19. A ideia faz parte do projeto ecopedagógico iniciado em fevereiro de 2019 e passa a ser modelo na região.

Em entrevista ao Jornal 98 Notícias desta quarta-feira (06), uma das idealizadoras que coordena a iniciativa, professora Maria Elizabeth Souza Gonçalves, conhecida por Betinha, afirmou que os estudantes e familiares recebem atendimento de de psicológico por meio de telefone convencional ou vídeo-chamada às quintas-feiras, já de segunda-feira à sexta-feira o suporte é dado por uma equipe psicopedagoga.

Alunos e pais podem fazer atendimento emergencial ligando para o telefone ou por vídeo-chamada para conversar com psicóloga para estar recebendo estas orientações que permitam ajudar a superar a ansiedade, o medo”, relatou a professora Maria Elizabeth .

Ainda segundo a docente, pelo menos dois professores diariamente utilizam grupos de rede social para manter contato com os alunos de cada turma e passam orientações sobre as atividades. “São atividades socioeducativas, dinâmicas, atividades físicas que ajude no processo de exercício físico, a atividade lógico-matemática, a criação de preenchimento diário [sic]”, destacou.

                              

                                                        Corpo docente do projeto


A professora Betinha reiterou que antes da pandemia do Novo Coronavírus, a ideia de todo o corpo docente e coordenação Colégio José Telesphoro foi trabalhar temas que vão além dos conteúdos didáticos exigidos na Base Curricular Nacional, a exemplo de formação humana, educomunicação e ecologia humana, sempre em turno oposto ao que o aluno está matriculado.

“A gente passa a trabalhar numa perspectiva de uma formação integral (...). Conhecimento em agroecologia, em ecologia humana, na educomunicação para [o aluno] entender como se dá o processo do uso das novas tecnologias digitais e como isso pode ajudar na formação.(...) A gente parte do princípio de que as relações intrapessoais  são as primeiras relações a serem cuidadas”, comentou a professora Betinha.

 

 

Confira no site da 98 FM


Fotos feitas antes da pandemia/arquivo pessoal da profª. Betinha

Redação do site da rádio 98 FM

Mobile Porn Videos